MUPA faz seleção de bolsistas indígenas para programa de curadoria compartilhada
18/05/2022 - 17:31

 

Até o dia 20 de maio, o Museu Paranaense está com uma chamada aberta voltada à seleção de estudantes indígenas universitários que irão atuar como bolsistas no museu ao longo do período entre junho de 2022 e março de 2023. Os três selecionados auxiliarão em atividades de pesquisa, curadoria e consultoria para uma nova exposição abordando temáticas da cultura indígena, prevista para inaugurar no final deste ano.

Os estudantes receberão uma bolsa mensal no valor de R$ 800,00. A carga horária prevista é de 8 horas semanais em atividades presenciais no museu, sendo que os dias e horários dessas atividades serão acordados entre a equipe do MUPA e os estudantes selecionados no programa. Vale lembrar que não é necessário ter experiência no trabalho em museus para se inscrever. O formulário da chamada ficará disponível aos candidatos até dia 20 de maio, às 20 horas: https://forms.gle/5NNkmFikg3tg6XBs5

A metodologia de trabalho conta com etapas para que os estudantes indígenas possam conhecer o museu e seu público, aproximação com o acervo etnográfico, planejamento e visita a aldeia no Paraná, além das fases inerentes à própria exposição como a escolha do acervo, definição dos objetos a serem adquiridos junto às comunidades e desenvolvimento dos conteúdos. Os bolsistas serão importantes interlocutores com anciãos e outros indígenas que moram nas aldeias do Paraná. A proposta contará com a consultoria da curadora indígena Naine Terena, que acompanhará as diferentes etapas de forma presencial e on-line e compartilhará com os participantes da exposição suas experiências como artista e curadora.

Arte da seleção de bolsistas indígenas

Revisão Histórica
Terceiro museu mais antigo do país, o MUPA tem 145 anos e abriga mais de 500 mil peças entre seus acervos histórico, arqueológico e antropológico. A atual gestão do museu se preocupa em propor projetos para repensar as narrativas contadas sobre os objetos que estão sob responsabilidade da instituição a partir de um entendimento contemporâneo dos descendentes dessas populações, verdadeiros herdeiros desse patrimônio cultural salvaguardado no Museu Paranaense.

“Desde 2019, o Museu Paranaense vem gestando a promoção de um projeto de curadoria compartilhada com indígenas, já que a instituição conta com um acervo que guarda importantes fragmentos da história e da cultura material e imaterial de povos indígenas do Paraná e do Brasil.” afirma Gabriela Bettega, diretora da instituição. A pandemia de Covid-19 adiou o projeto de bolsistas, visto que para sua realização são imprescindíveis os encontros presenciais, com a presença indígena dentro do museu – seja para a aproximação com o acervo, seja para a ambientação do futuro projeto expográfico. 

Segundo a diretora do MUPA, a intenção é reforçar a importância da presença indígena no museu de maneira recorrente, e não apenas vinculada a ações pontuais. 

Consultora de Curadoria
Naine Terena, consultora de curadoria ao longo do projeto, é doutora em educação pela PUC-SP, possui mestrado em Artes pela UnB, é graduada em Radialismo pela Universidade Federal de Mato Grosso. Atua na Oráculo comunicação, educação e cultura, onde atua com pesquisas, docência em cursos livres, comunicação e execução de projetos. É docente nas áreas de Comunicação Social e Educação indígena, tem experiência na elaboração e execução de projetos culturais e realiza projetos e pesquisas na área de audiovisual e artes, povos indígenas e mídia, educação, rádio (com as vertentes de assessoria de imprensa e comunitária), vídeo, teatro, materiais didáticos e economia criativa. Foi curadora da exposição Véxoa: Nós sabemos (2020) realizada na Pinacoteca de São Paulo.

Serviço
Chamada aberta do Museu Paranaense para programa de bolsas voltado a estudantes universitários indígenas 
Regulamento e inscrições disponíveis neste formulário: https://forms.gle/5NNkmFikg3tg6XBs5 
O formulário da chamada ficará disponível aos candidatos até dia 20 de maio, às 20 horas. Em caso de dúvidas, entre em contato através do email josieliandrea@secc.pr.gov.br ou pelo telefone (41) 3304-3311.