Dia Mundial do Meio Ambiente, Dia da Ecologia e Museus Comunitários
07/06/2022 - 11:32

Iniciando as publicações do mês de junho, falaremos um pouco sobre a temática ambiental e ecológica, além de apresentar o conceito de museus comunitários, que são instituições construídas com o auxílio da população e focadas no desenvolvimento histórico e cultural de suas localidades, discutindo preservação e sustentabilidade.

Dia Mundial do Meio Ambiente

O Dia Mundial do Meio Ambiente é comemorado no dia 05 de junho. Nessa data aconteceu a Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente em Estocolmo, Suécia, em 1972, conhecida atualmente como Conferência de Estocolmo. Esse evento se tornou responsável por oficializar as discussões sobre temas ambientais, e se tornou a maior plataforma global de alcance ambiental, segundo o site da UNEP – clique aqui para visitar a página do Dia Mundial do Meio Ambiente de 2022.

Em 1992, aconteceu a Conferência das Nações Unidas para o Meio Ambiente, conhecida como Rio-92 ou Eco-92, entre os dias 03 e 14 de junho. Esse evento ficou marcado como o ponto de partida de iniciativas de conscientização ecológica e ambiental na agenda de países considerados mais desenvolvidos. Cinquenta anos depois da Conferência de 1972, o evento de 1992 permanece adequado às pautas de preservação do planeta, com o tema: “Uma Só Terra”.

Dia da Ecologia

O Dia da Ecologia, comemorado na mesma data de 05 de junho, surgiu em homenagem à Conferência de Estocolmo, que oficializou o Dia Mundial do Meio Ambiente. O objetivo principal do Dia da Ecologia é o de levar a população a refletir sobre o impacto que as ações humanas têm para com a natureza. Além de destacar os temas biodiversidade, sustentabilidade, desmatamento, extinção de espécies de fauna e flora, entre outros tópicos condizentes com a temática. As propostas apresentadas envolvem a conscientização na utilização de plásticos, o descarte correto do lixo, reciclagem e demais ações que se interligam com a preservação e conscientização dos meios que utilizamos no dia a dia.

Museus Comunitários

Os Museus Comunitários, também chamados de Ecomuseus ou Museus de Território, são ambientes museais que trabalham com o entorno da região em que estão situados, dialogando com a população na criação de ações e atividades voltadas ao desenvolvimento local, contando com a ajuda de profissionais e da comunidade. A preservação e sustentabilidade são incluídos como alguns dos temas centrais destas instituições. A educação não-formal também contempla essa tipologia de museu, voltada à ecologia, assim como ações pedagógicas compatíveis com a proposta destes locais.

A comunidade consegue compreender e documentar o seu entorno, preservando e difundindo a memória local. Há pesquisadores que destacam que os museus comunitários são, essencialmente, um território educativo. No Brasil, a Museologia Comunitária e a Ecomuseologia ganharam destaque com a Eco-92 e com a criação do Ecomuseu Comunitário Santa Cruz no Rio de Janeiro.

Este texto foi escrito por Sâmela Dara, estagiária de museologia da COSEM, e revisado pela residente técnica e historiadora Mariana Mayumi Abe Oliveira e pela museóloga Raisa Ramoni Rosa.

 

Referências:

UNEP: Programa para o Meio Ambiente. Website, 2022. Disponível em: https://www.unep.org/pt-br/events/un-day/dia-mundial-do-meio-ambiente-2022. Acesso em: 24 maio 2022.

SANTOS, Suzy da Silva. Ecomuseus e Museus Comunitários no Brasil: estudo exploratório de possibilidades museológicas. 2017. Dissertação (Mestrado em Museologia) – Museologia, University of São Paulo, São Paulo, 2017. Acesso em: 2022-05-27.

GALERIA DE IMAGENS