Conheça Theodoro de Bona, autor de “A Instalação da Província do Paraná”
13/06/2022 - 11:46

Em homenagem ao aniversário de Theodoro de Bona, celebrado no dia 11 de junho, contaremos um pouco da vida desse grande nome da história paranaense. Theodoro de Bona foi um pintor, escritor e professor que nasceu em Morretes em 1904, em uma casa próxima à cidade, na estrada de Anhaia. Seu pai, Antônio de Bona, veio com o irmão Ancângelo, de Verrumo Ignez, vila situada no norte da Itália, com a intenção de trabalhar no Brasil e melhorar de vida.

De Bona iniciou o contato com as artes por volta de 1912, no Colégio Bom Jesus, em Curitiba, aonde posteriormente começou a ter aulas com Gina Bianchi em seu ateliê, mas foi João Ghelfi, importante pintor paranaense do período, que o aconselhou a procurar Alfredo Andersen, cujo o ateliê era frequentado por nomes como Traple, Freyesleben, Taborda Júnior e Augusto Perneta. Desta forma, Theodoro iniciou seus estudos com Andersen em 1922.

Vivendo em Veneza
Sendo incentivado por João Turin e Lange de Morretes, resolveu aperfeiçoar seus estudos na Europa, conseguindo através do município de Morretes e do Governo do Estado do Paraná um pequeno subsídio que duraria dois anos, para sua viagem e manutenção. Em 1927, mudou-se para a Itália, se estabelecendo em Veneza. Foi admitido na Real Academia de Veneza, iniciando os cursos ministrados pelos mestres Ettore Tito e Vicenzo Stefani.

De Bona permaneceu no país por quase uma década, e se envolveu ativamente no movimento artístico italiano, de forma que logo em 1927 ingressou no grupo Cà Pesaro. Em 1930, participou pela primeira vez da Bienal Internacional de Veneza. Em 1935, executou o painel do altar de Santa Terezinha na igreja de Maslianico, na região da Lombardia.

Salão Paranaense
Em meados de 1940, voltou para o Brasil e passou a morar no Rio de Janeiro, participando de todos os Salões Nacionais de Belas Artes ocorridos entre 1940 e 1949. Em 1943, foi medalha de prata do Salão Paranaense, do qual além de atuar na criação do salão também elaborou o primeiro regulamento do evento. Entre os anos de 1947 e 1948 pintou a obra histórica “Fundação de Curitiba”, que hoje pertence ao acervo do Colégio Estadual do Paraná.

Fundação de Curitiba (1947-1948), de Theodoro de Bona.
Fundação de Curitiba (1947-1948), de Theodoro de Bona.

De Bona expôs diversas vezes em Curitiba, mesmo durante o período em que morou no Rio de Janeiro, recebendo inúmeras premiações, como a medalha de ouro do III Salão do Clube Concórdia, em 1950.

Em 1952, participou pela primeira vez de uma mostra conjunta realizada nos salões da Associação Comercial do Paraná. Nesse mesmo ano, sob encomenda do Governo do Estado, pintou a composição de cunho histórico “A Instalação da Província do Paraná”, que atualmente está no acervo do Palácio Iguaçu.

Instalação da Província do Paraná, 1853, de Theodoro de Bona. Está exposta no Salão Nobre do Palácio Iguaçu. (Foto – Arnaldo Alves/ANPr)
Instalação da Província do Paraná, 1853, de Theodoro de Bona. Está exposta no Salão Nobre do Palácio Iguaçu. (Foto – Arnaldo Alves/ANPr)

 

Em 1960, o pintor voltou a residir em Curitiba, e assumiu a cadeira de desenho artístico e pintura na Escola de Música e Belas Artes do Paraná, cuja direção exerceu de 1970 a 1974. Durante sua vida e sua carreira como artista, Theodoro de Bona se tornou um dos grandes nomes da pintura paranaense, mesmo tendo nascido na pequena Morretes, elevou seu nome e o do Estado do Paraná como um todo para além dessas fronteiras. Theodoro de Bona faleceu em 1990, em Curitiba.

 

Referências:

Enciclopédia Itaú Cultural. Theodoro De Bona. Artes Visuais. Disponível em: https://enciclopedia.itaucultural.org.br/pessoa10172/theodoro-de-bona.

GOVERNO DO PARANÁ. Colégio Estadual do Paraná. PINACOTECA DO CEP: Theodoro de Bona. Curitiba, 2017. Disponível em: https://www.cep.pr.gov.br/Noticia/PINACOTECA-DO-CEP-Theodoro-de-Bona.

MARTINS, João Cândido. A Câmara e a Emancipação Política do Paraná em 1853. Prefeitura de Curitiba. Câmara Municipal de Curitiba. 2013. Disponível em: https://www.curitiba.pr.leg.br/informacao/noticias/a-camara-e-a-emancipacao-politica-do-parana-em-1853.

GALERIA DE IMAGENS