Arte como aliada da saúde mental no período de isolamento social
07/04/2020 - 09:49

Centro Juvenil de Artes propõe atividades artísticas à distância para os alunos

O Centro Juvenil de Artes (CJAP) da Secretaria de Estado da Comunicação Social e da Cultura (SECC), assim como as demais instituições de ensino do Estado, suspendeu as aulas presenciais desde o dia 20 de março, atendendo ao decreto estadual nº 4.230. Desde então, os professores iniciaram seus trabalhos de forma remota para elaborar projetos e pensar em formas de contribuir com os alunos durante o isolamento social em função da pandemia da Covid-19. Uma das ações é a sugestão de atividades artísticas, com foco na oficina em que o aluno estava matriculado.

Para a psicóloga da instituição, Ana Lúcia Canetti, “esse momento de recolhimento pode causar muita ansiedade diante de uma rotina modificada em cada casa, das incertezas no andamento de nossas atividades e trabalhos, de perdas, mortes ou de mudanças de vida e de comportamentos. Por isso, vamos propor alguns projetos que possam ser realizados à distância, mantendo nosso papel enquanto um centro cultural público que acredita que a arte pode ser potência neste momento, pode ser uma forma de ampliar a vida e suas possibilidades”, explica Ana, que além da formação em psicologia pela UFPR também é licenciada em Artes Visuais pela Unespar e pesquisou os processos de criação em seu mestrado em Psicologia.

O contato com os pais e alunos teve início na semana passada, com a sugestão de conteúdos para serem trabalhados em casa. A ideia é manter um equilíbrio para que não haja excesso de informações, mas que se estabeleça um canal aberto entre pais e alunos com os professores, para sanar dúvidas e manter diálogos artísticos.

Matriculada no curso de Fotografia do CJAP, a estudante Laura Pacheco de 12 anos aproveitou o fim de semana ensolarado para treinar os primeiros cliques no quintal de sua casa, com apoio da mãe, Priscila Pacheco. “Recebemos o material durante a semana, mas como estou trabalhando em casa, conseguimos vê-lo mesmo no fim de semana. Esse período tem sido difícil para a Laura, que sempre fez muitas atividades no contraturno, além das aulas regulares no colégio. Fica entediante estar em casa o tempo todo e, por isso, é interessante ter algo diferente para fazer, aprender coisas novas, sem que seja uma obrigação, mas mais uma forma de distração.”

“Essas iniciativas que estamos organizando tem o objetivo de manter o propósito do Centro Juvenil de Artes, de ensinar, produzir e disseminar a arte em um momento tão necessário como o de agora, reforçando a presença da arte no dia a dia de todos”, comenta o diretor do CJAP, Luiz Gustavo Vidal Pinto.

Outra ação que está em andamento é uma exposição virtual dos trabalhos dos alunos realizados em 2019, baseados em estudos das obras de artistas paranaenses. As obras, que são desenhos, pinturas, esculturas, entre outras, serão exibias em uma galeria virtual no site e nas redes sociais.

Com base no resultado desse contato entre os professores, pais e alunos para desenvolvimento de atividades, o Setor Educativo irá propor conteúdos de arte para o público em geral e disponibilizar esses materiais no site e redes sociais, assim como dicas com orientações da psicóloga para lidar com esse momento singular da vida de todos. “Entendemos que o campo das artes, da cultura e da educação é fundamental neste momento, para que nossos jovens e crianças possam reinventar saídas, estarem sensíveis aos outros e ao mundo, construindo relações mais humanas no futuro”, conclui Ana.

GALERIA DE IMAGENS

Últimas Notícias